segunda-feira, 29 de março de 2010

Tagarelices.


Em mim o silêncio é um ser gritante que vem rasgando todo o meu ser, me pedindo atenção cheio de exclamação.

E me decidi beber... não um gole qualquer, mas beber um café.
To afim de tomar um Café Filosófico.
Mexi pra lá. Mexi pra cá.
Alguns livros empoeirados na estante.
Outros no chão do meu quarto.
Meu quarto, meu refúgio... ta abandonado.
Fatos, atos e artefatos.
Às vezes é balela. Eu sei, é pura balela.
Mas eu ando me descobrindo.
E percebi que quando eu to com um livro, eu não me sinto só.
Bingooo! Eu me medi e vi que dá pra ser várias de mim.
Vou ter que me tornar várias de mim.
E eu tomei. Tomei até um tombo.
Não foi um café filosófico, mas um debate político é sempre bem vindo.
Recordei: Do Ato. Um fato. Microfones e Papéis. Ruas fechadas, apitos e Gritos. Seja em cima ou na frente do trio: queremos uma educação melhor pro nosso Brasil!
São somente impressões...?!
E essa lua?! Tão cheia e tão nua.
A nudez dela me despi também. Eu fico nua.

Dizem que dia de lua cheia deixa as pessoas mais agressivas.
Eu seguro a onda! Com prazer eu me mantenho firme pra poder fortalecer.
A essa hora (02:22) nem sono, nem praça. Nem medida e nem cachaça.
Minha pose não se mede na rua nem na esquina, mas A menina se exibe calada na calada.
Eu to calada. Meus dedos é que falam por mim.
Conheci uma filósofa de Botequim: que nem aí tava pra mim, mas depois que me viu sorrir e tagarelar, né que ela gostou de mim?!
Aahh... mas teve coisa que aprendi a ouvir sorrindo: "se eu te disser que sou um papel... vc me da uns amassinhos?" Homens ¬¬' rsrsrs... :P
Eu gosto de papéis! É neles que faço meus esboços.
Em homens de papel eu desatino a rabiscar.
Deus nunca deixa de caprichar...
Nem sei pq to assim: num teve nada de especial hoje... deve ser a lua.

TPM. Rua. Nua. Lua. São só rimas?

Dá doidera de vez em quando! Eu gosto de doidera.

Vamos implodir...\o/
Eu nem contei: Comi uva hoje!
Não era d'A Paixão segundo G.H.', mas à mim veio da Paixão Paixão: uma quase Macabéia, uma quase Lóri.
E nesse quase da vida: sou uma quase ela e ela uma quase eu num só gole!


Sem assinatura: essa é a minha ruptura.

4 comentários:

Cristiane disse...

Putzzzz

Geennteeee... essa aí.. Quase Macabéia.. uma quase Lóri sou..EUU!
Sem palavras..

Somente com a certeza.. que Clarice me completa.. e Steh.. é minha outra metade!

Amo-te minha Mocca chocolata!!

*-*

ωαℓ ♫ disse...

"e né que nesse botequiim vi uma tagarela, que falava e dizia tudo que qria saber dela, tagarela de cachinhos de chocolate ousou dizer-me disparates, mais né que foii assim que nos conhecemos... hj acada nova descoberta sabemos que de uma maneira incerta um copo breja na rua da moeda nos uniu" [eita que isso pega viiu] kkk² adorei Sther [♥]

Pablo Barbosa disse...

Nossa, até imaginei vc falando...Metralhadora de palavras que não ferem...

Steres disse...

Putz.
Vcs são especiais.
Cada um a seu modo. Cada um com suas peculiaridades.
OBG de coração.
^^)

Postar um comentário