terça-feira, 15 de junho de 2010

un corazón gitano

video


Cigana



Nunca usei uma máscara
Vou aos poucos
Por este mundo fugaz

Não pretendo parar
Diz-me quem caminha
Quando se pode voar?

Meu destino é andar
Minhas lembranças
São um rastro no mar

O que eu tenho, dou
Digo o que penso
Aceita-me como sou

E segue leve
Meu coração cigano
Que só entende de bater
Ao contrário
Não tentes amarrar-me
Nem me dominar
Eu sou quem escolhe
Como equivocar-me

Aproveita-me
Que se cheguei ontem
Posso partir amanhã
Que sou cigana
Que sou cigana

Sigo sendo aprendiz
Em cada beijo
E com cada cicatriz

Algo pude entender
De tanto que tropeço
Já sei como cair

E segue leve
Meu coração cigano
Que só entende de bater
Ao contrário
Não tentes amarrar-me
Nem me dominar
Eu sou quem escolhe
Como equivocar-me

Aproveita-me
Que se cheguei ontem
Posso partir amanhã
Que sou cigana

Vamos e vemos
Que a vida é um prazer
É normal que tu temas
Ao que não conheces

Aceita-me e vamos
Que a vida é um prazer
É normal que tu temas
Ao que não conheces
Quero ver-te voar
Quero ver-te voar

E segue leve
Meu coração cigano
Que só entende de bater
Ao contrário
Não tentes amarrar-me
Nem me dominar
Eu sou quem escolhe
Como equivocar-me

Se vim ontem
Aproveita hoje
Que vou embora amanhã
Que sou cigana

Nenhum comentário:

Postar um comentário