quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

O baile dos calçados.



Fui ao baile como todos daquela cidade.

Cometi o “pecado” de menosprezar a vaidade.

Precária era a cor do meu batom.

E o lápis: retirei no banheiro por conta de um cisco no olho.


Minha vaidade estava nos pés... Mas ninguém olhava para o chão.

Ninguém enxergava a beleza além-face-pintada.

No meu desleixo, tropeço e perco um dos meus sapatos.

Durante o baile, me vi invisível: um sapatinho perdido que ninguém encontrou.

Fiquei deslocada; eu não era igual àquela gente.

Tantos foram os que dançaram.

Apenas os pés calçados tiveram o prazer de desfrutar do salão.

E eu?! Rejeitada fiquei. Sem um pé e sem um par.

Ninguém foi buscar meu sapatinho. Pois só queriam os pés que já estavam calçados.

Fiquei do mesmo jeito que saí de casa.

Só que agora, sem calço por conta do pé descalço.

Durante a noite, os encantos foram todos se desfazendo aos pares.

Eu não tinha encanto para ser desfeito.

Princesa sem carruagem, nem maquiagem.

Voltei para casa na lama da chuva.

Enquanto a chuva que caía, encharcando os meus cabelos, percebi uma melodia suave trazida pelas esquinas vazias da rua.

Fechei os olhos.

Era uma melodia vinda da harmonia entre o vento, a chuva e os arbustos.

Foi quando alguém falou próximo ao meu ouvido “com esse sapato nunca irá dançar com formosidade, mocinha.”

Ele aproximou-se, gentilmente, do meu tornozelo direito e com delicadeza retirou o sapato que me restava.

Somente então percebi que seus pés estavam nus também.

Olhei o sorriso que havia em seus olhos e inevitavelmente esbocei o meu.

No instante seguinte éramos dois pares de pés descalços que dançavam no salão de lama na praça.

O ato de rodopiar na lama era de uma formosidade inexplicável.

Quando a chuva passara, eu estava encharcada e descalça.

Mas não sem um par, não sem ter dançado.



Stephanie Saskya

3 comentários:

Pablo Barbosa disse...

Nossa, encantadora a sua história (ou estória). adorei...

Steres disse...

...desencantada =)

Gabi Paiva disse...

De fato é tocante! ^^

Postar um comentário